Coletivo Chama interpreta Mário de Andrade

  • Sala Cecília Meireles Lapa Rio de Janeiro Brasil

Comemorando os 70 anos de saudade de Mário de Andrade, a FUNARTE convidou o Coletivo Chama para reinterpretar uma coleção de canções, toadas, cantigas, poemas musicados -- que constam do repertório de LPs lançados pela instituição nos anos 80, e que serão reeditados em CD agora.

O show vai fazer parte da Bienal de Música Contemporânea, o mais importante evento da música erudita brasileira atual.